Marçal à beira do recorde: «Parece que o aro tem o dobro do tamanho

 :: Basketbol

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Marçal à beira do recorde: «Parece que o aro tem o dobro do tamanho

Mensagem por Litos em Sab Nov 22, 2008 4:16 am


Mais três pontos e Nuno Marçal teria igualado o seu melhor registo de sempre. Com a Académica por adversário, o MVP saiu com a partida resolvida e quase dois minutos para jogar. Ao som de aplausos e com 37 pontos marcados, 21 dos quais na conversão de sete dos dez lançamentos triplos tentados. Mais um e teria repetido a marca conseguida no Barreiro, onde regressa no sábado.
O recorde, que Marçal ameaça superar, tem mais de cinco anos. Carlos Gouveia era o treinador portista quando os Dragões venceram o Barreirense, por 91-105, em Março de 2003. Só o extremo marcou 40 pontos, que passava a constituir o melhor registo individual da época.
Hoje, Marçal sorri diante da possibilidade de se superar e ultrapassar a fronteira das quatro dezenas. Não o promete, garante mesmo não alimentar qualquer obsessão em consegui-lo, mas assume o bom momento, depois de um início de época condicionado por uma lesão.
«Sinto-me recuperado e especialmente confiante», assegura o extremo. «A vontade e o prazer de jogar são tão grandes que fazem com que o aro pareça ter o dobro do tamanho». A sensação, de extrema firmeza e convicção, dominou-o desde os instantes iniciais do jogo com a Académica.
O marcador funcionou aos primeiros segundos, impelido por um triplo de Marçal. Outros seis estavam para vir, entre vários sinais de audácia e uma estranha conivência com a bola. «Por momentos, não sabia se lançava uma bola de ténis ou se o cesto tinha dois metros de diâmetro», comenta. «A verdade é que ela entrava».
Na Taça, a noite de Marçal fez-se de pura inspiração, capítulo em que não se esgota o seu jogo, que se faz também de aplicação, o mais delicado dos condimentos de uma equipa. «Acima de tudo, temos de empenhar-nos ao longo de 40 minutos». A certeza, que estende ao jogo do Barreiro, vale para qualquer encontro. «Não pode haver falhas», insiste.
Só por si, o Barreirense justifica a advertência. «É, tradicionalmente, um osso duro de roer», avisa. «Tem sempre jovens com alguma experiência de campeonato e um interessante trio de norte-americanos». Nada, no entanto, que o atemorize: «Estamos em alta, a atravessar um bom momento, e é assim que queremos continuar».
O Barreirense-FC Porto Ferpinta, da nona jornada da Liga, joga-se a partir das 17h00 de sábado, no Pavilhão Municipal Luís Carvalho, no Barreiro
avatar
Litos
Admin

Número de Mensagens : 1083
Idade : 52
Localização : U.K

Ver perfil do usuário http://grandeforum.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 :: Basketbol

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum